quinta-feira, 21 de outubro de 2010

ANIMAÇÃO TRANSAMAZÔNICA

Antoine, produtor da Direção Cultura sugeriu de emendarmos as oficinas do Maranhão (descritas no artigo abaixo "CURTAS DE ANIMAÇÃO") com uma oficina em Ourilândia do Norte, no Estado do Pará, onde há um Colégio Pitágoras para filhos de funcionários da Vale do Rio Doce. 

E assim foi.
De Porto Franco-MA, às margens do rio Tocantins, seguimos para Balsas no Maranhão (divisa com o Piauí). Terminada a oficina de Balsas, seguimos para Imperatriz. De Imperatriz, atravessamos os rios Tocantins e Araguaia, comendo a poeira da Transamazônica até Marabá, no Pará. De Marabá, mais cinco horas de estrada (?), passando por Eldorado dos Carajás e Xinguara até Tucumã, próxima de São Félix do Xingu.

video
De Tucumã, é que íamos diariamente a Ourilândia (cerca de 20 minutos) para trabalhar com professoras e alunos na oficina de animação.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

CURTAS DE ANIMAÇÃO

Enquanto fica, temporariamente, interrompida a produção da série "ANIME SUA COMUNIDADE", estamos trabalhando, nesse segundo semestre de 2010, na série "CURTAS DE ANIMAÇÃO". Nesse projeto estamos realizando 10 curtas-metragens em escolas públicas de cidades dos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Maranhão, e Goiás. Cada filme é realizado em uma oficina com crianças e professores, a técnica é o DESENHO ANIMADO e o tema é a própria cidade.
video
Montamos um estúdio de animação na escola. As crianças começam com um pouco de estudo de linguagem cinematográfica e exercícios de animação no Zootroscópio. É impressionante como, enquanto as crianças vão descobrindo a magia do movimento gráfico nos ciclos que desenham em suas tirinhas, vão se libertando para o desenho e adquirindo autoconfiança em seus próprios traços. Reviver a experiência de animadores do início do século XIX as deixa bastante seguras para encarar as ferramentas digitais do século XXI. Em seguida escrevem coletivamente a sinopse do filme que desenvolverão. O filme a ser realizado será uma produção coletiva. Com base nessa sinopse organizam o roteiro e desenham os quadros do story-board. Esse story-board (que é o roteiro desenhado) passa a ser o nosso guia para os próximos passos da produção. 
Nesse momento, o grupo se divide entre os que querem continuar na produção dos movimentos dos desenhos criados e aqueles que, paralelamente, querem criar a trilha sonora do filme. Para ambos, o story-board é a guia.

Os que ficam na trilha começam a pensar em instrumentos e objetos que podem produzir os sons que a estória pede. Os que ficam na animação vão para as mesas-de-luz e começam a desenhar a lápis, no papel, as várias posições necessárias para a composição dos movimentos dos personagens. Tanto os desenhos como os sons são criados exclusivamente para o filme. Os desenhos em papel são digitalizados (através de scaner) e pintados no computador. No início de cada novo dia de oficina assistimos ao copião (uma breve edição) do que foi produzido nos dias anteriores. Esse copião é analisado e aprovado ou retocado pelo grupo. Ao final de uma semana temos pronto um filme com duração aproximada de 3 minutos.
Em dezembro estará disponível um DVD com os primeiros 6 filmes (acompanhados dos respectivos making ofs) da série "CURTAS DE ANIMAÇÃO" com filmes realizados por crianças de Uberlândia-MG, Itumbiara-GO, Franca-SP, Porto Franco-MA, Balsas-MA e Ribeirão Preto-SP.
O projeto "CURTAS DE ANIMAÇÃO" conta com benefício de lei de incentivo federal (Rouanet), tem produção da DIREÇÃO CULTURA, e realização das oficinas por equipe do NÚCLEO DE CINEMA DE ANIMAÇÃO DE CAMPINAS. Os 6 primeiros filmes tem o patrocínio do INSTITUTO ALGAR e os quatro filmes a serem realizados em 2011 tem o patrocínio da COMGÁS.